quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Força...

... Que nos empurra sob a acção do invisível,
Proporcionando eventos quotidianos.
Ninguém adivinha o que recebe,
Quanto mais o que damos!
E pé ante pé, os fios se cruzam
Em coincidências casuais,
Descobrindo quem se desconhece paradeiro
há tempo demais.

5 comentários:

TITA disse...

Há coincidências que só o amor reconhece...E o que vemos em sombras,um dia veremos face-a-face.Lindo este texto!Beijocas.

ritag. disse...

pois, testes surpresa não são mesmo para mim (para mim e para ninguém). Oh, se alguma fã o vir, espero que respeite a minha opinião, uma vez que não sou fã dele e não critico quem o seja.

Hugo Nofx disse...

Uau! Adoro este texto! beijo.

Fa menor disse...

Bom ritmo!

Gostei :)

Há sempre alguma sombra que nos embota...


Bjos

Anne M disse...

Olaaaaaaaaa


Adoreiiiiiiiiiiiii :D


beijinhos



Se quiseres segue a minha história

http://luta-por-um-sonho.blogspot.com